por: Felipe Mendes
É noite da véspera de ano novo e Martin está no topo de um prédio famoso em Londres, um local perfeito para um suicídio. Descontente com a vida, devido a perda de sua família e de seu emprego na TV por ter sido descoberto se envolvendo com uma adolescente, ele agora faz parte de um programa o qual ninguém assiste. O apresentador se vê extremamente infeliz e sem motivos para continuar vivendo.
Após alguns minutos refletindo, na beirada do terraço, sobre a sua vida, ele se depara com Maureen, uma senhora frustrada, muito educada e sem perspectiva de vida, com um filho há muito tempo em estado vegetativo. Os dois personagens começam uma discussão hilária sobre quem deveria pular primeiro até que aparece Jess.
Jess é uma jovem de dezoito anos incrivelmente impulsiva e imprevisível que irrompe pela porta do terraço do prédio, correndo para abraçar a morte. Martin precisa se sentar em cima da personagem para que ela não se mate e, enquanto isso acontece, chega JJ, o ultimo suicida em potencial daquele local, perguntando se alguém ali havia pedido pizza. JJ é um jovem adulto frustrado pois seu sonho de ser um astro do Rock não se realizou e terminou sendo mais um americano entregador de pizza na Inglaterra. Após uma longa conversa eles prometem não se matar até o dia dos namorados, dando origem ao que eles chamam de “O Grupo”.
A trama de Uma Longa Queda é muito complexa, o leitor pode desfrutar de cenas humorísticas e dramas até certo ponto difíceis de processar. Não é um livro para se ler rápido, já que a temática exige uma leitura calma e tranquila para que haja uma boa reflexão. Nick Hornby deu a cada personagem fortes características, eles são extremamente diferentes uns dos outros e é essa diferença que cria situações engraçadas entre eles. Devido à ótima construção de suas personalidades e suas histórias, fica fácil se ver apegado ou irritado com, pelo menos, um deles.
O livro aborda o suicídio e a depressão de uma forma diferente. Não posso dizer que esta foi uma ótima leitura, mas confesso que aprendi a lidar com esses assuntos de uma forma muito melhor. Livros de temática pesada tendem a ser muito mais desagradáveis. Contudo, Uma Longa Queda é repleto de mensagens de estímulo psicológico e enfoca a importância das amizades em momentos difíceis, mesmo que, às vezes, essas amizades sejam tão enlouquecedoras a ponto de fazer uma senhora religiosa afogar as mágoas em um copo de Whisky com Coca.
fonte: www.canalindicex.com
imagem1
Menu