Nos últimos anos, o número de brasileiros que fizeram intercâmbio – para estudar, aprender um novo idioma ou para trabalhar – cresceu muito. Segundo o Instituto de Educação Internacional, a quantidade de pessoas que buscam um período de experiência no exterior cresceu cinco vezes nos últimos 10 anos. Depois de viver essa experiência, chega a hora de voltar do intercâmbio. Após o período, que na maior parte das vezes compreende entre 6 meses e 1 ano, o brasileiro precisa abandonar a vida ao qual teve que se acostumar no exterior e voltar do intercâmbio para o país de origem.

Muitas pessoas mencionam a “depressão pós- intercâmbio”, e para quem pensa que é uma bobagem, vale o alerta: o assunto é tão sério que já é objeto de estudo de psiquiatras e psicanalistas…

Leia a matéria na íntegra em:

http://www.e-konomista.com.br/d/voltar-do-intercambio/

 

 

Fonte: www.e-konomista.com.br
Autor: Ana Luiza Fernandes.
Ana Luiza Fernandes é brasileira, natural de Minas Gerais, formada em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e hoje cursa Mestrado em Ciências da Comunicação pela Universidade do Porto, Portugal. Possui trabalhos na área de Jornalismo Cultural, Fotografia, Documentário e Assessoria de Imprensa e é apaixonada pela profissão desde criança.
Menu